Tudo sobre o Jeep Gladiator 2022

Se você gosta de picapes pequenas, a Jeep realizou seu sonho. Ao longo deste artigo você vai conferir tudo sobre o Jeep Gladiador 2022.

Desde quando o JT Jeep Gladiator foi lançado em Los Angeles Auto Show em 2018, muitas pessoas ficaram pensando que esse modelo precisava de algo mais.

E por algo mais, eles queriam dizer algo menos.

A verdade é que as pessoas queriam uma versão do Gladiator com apenas duas portas e não um modelo apenas com cabine dupla.

Embora essa versão personalizada tenha começado como um Wrangler, na verdade é uma versão híbrida do Wrangler e do Gladiator.

Greg Henderson, o principal construtor do projeto, detalhou o processo de criação desta picape única.

O caminhão possui chassi original do Wrangler de quatro portas JL, sem necessidade de alongamento.

Mas, o fechamento do teto e da cabine foi reconfigurado usando peças do Gladiator.

O Jeep Gladiador levantou a suspensão em cerca de 5 cm e a picape mantém o drivetrain original Wrangler 4xe Rubicon.

A questão é que, se a Jeep quisesse produzir um Gladiator de duas portas, eles já teriam muitas das ferramentas necessárias para que isso acontecesse.

O modelo Gladiador SEMA JTe é uma combinação de nomes de código que a Jeep usa para seus veículos.

O código para o Gladiator, assim como “JL” é o código para a geração atual do Wrangler.

Se você gostou do nosso conteúdo, siga nossas redes sociais no Instagram e no Facebook. Além disso você também pode nos encontrar no Pinterest e no Tumblr.

Enquanto o “e” minúsculo no final significa “elétrico”, porque este é um híbrido plug-in.

Você vai ter um Jeep Gladiador 2022 com pneus de 37″.

Já na frente, há um para-choque dianteiro Quadratec Carnivore, enquanto na parte de trás do vidro frontal há uma barra de luzes LED de 127 cm.

Atrás do para-choque traseiro fica um guincho Quadratec com capacidade para mais de 400 kg.

Sendo assim, esse modelo é um carro potente assim como a versão anterior, porém com apenas duas portas um tamanho menor.

Foto reprodução

Fonte: Motortrend