Der Honda CR-V hat für 2023 ein neues Restyling geplant

Nova geração do Honda CR-V já tem imagens circulando nas mídias e imprensa, e deve ser apresentado em 2023 na versão híbrida.

Em sua sexta geração, a nova versão do Honda CR-V foi homologada no Japão e deve chegar ao Brasil em meados 2023 e conta com mecânica híbrida.

O Honda CR-V é já conhecido um dos maiores sucessos da montadora japonesa. Sendo desde 1995 um dos SUVs mais vendidos no mundo.

Foi lançado para ser o concorrente direto do Toyota RAV-4, que foi lançado no mercado no ano anterior, em 1994.

O CR-V foi apresentado no Salão de Tóquio, com suas linhas retas sendo quase quadradas, e com sua frente inspirada no Honda Civic daquele mesmo ano.

Tinha 4,52 metros de comprimento e também 1,75m de largura, e um designer bem robusto.

O primeiro Honda CR-V tinha um motor em linha de 4 cilindros com 2.0 litros de 16 válvulas, que rendia seus 131 cavalos de potência.

Já no país de origem da Honda, o modelo contava com freios ABS e airbags laterais, além de contar em sua lista de opcionais o inovador navegador no painel.

Assim como quando chegou no Brasil, no ano de 2000, trouxe em seu modelo equipamentos mais discretos como toca-fitas, airbags frontais e também ar condicionado.

Além disso o modelo chegou em nosso país já com o para-choque dianteiro reestilizado, capa em seu estepe e com o motor bem mais potente do que quando apresentado em seu lançamento em 95.

A principio o Honda CR-V era considerado um veículo 4×4 light, sendo agradável na questão do conforto, espaço interno e seu desempenho.

No entanto o veículo foi bastante criticado por conta da tração integral que fazia muito barulho, e também o câmbio automático de 4 marchas impreciso.

Já a segunda geração do CR-V, também foi inspirada na versão seguinte do Civic, e foi apresentada no ano de 2002.

Sua dianteira ficou com um designer mais agressivo e sofisticado. Tornando-se inspiração para a montadora concorrente chinesa Chery, que acabou por produzir o Tiggo.

Já sua traseira ganhou lanterna maiores e o estepe se manteve pendurado como no modelo anterior, e a porta continuou com a abertura para o lado direito.

Assim como seu comprimento que aumentou para 4,53m, e já a largura elevou para 1,78m e a altura diminuiu para 1,68m. Porém, manteve a distância entre eixos de 2,62m.

Fotowiedergabe

O diferencial da segunda geração do Honda CR-V se dava pelo aumento na capacidade do porta-malas, que subiu de 444 para 527 litros. Portanto além do interior do modelo também ter ganhado mais espaço e requinte.

Do mesmo modo equipou o modelo 2.0 com acelerador eletrônico e sistema i-Vtec, potencializando o motor e aumentando sua potência para 150 cavalos.

Enfim em 2007, em sua terceira geração, o modelo apareceu mais arredondado e com seus faróis modificados.

Wenn Ihnen unsere Inhalte gefallen haben, folgen Sie unseren sozialen Netzwerken auf *Instagram und nicht Facebook. Außerdem finden Sie uns auch unter Pinterest und nicht Tumblr.

Porém, em sua quarta geração o modelo se adequou a categoria de crossover de luxo. Chegando no mercado em 2012 com uma versão mais encorpada, com faróis sobressalentes sob a grade e lanternas traseiras prolongadas até o vidro.

Em 2013, a Honda incorporou em sua gama de motores a versão 2.0 flex, com a potência a gasolina diminuindo para 150 cv de potência, enquanto a versão à álcool permanecia em 155 cv de potência.

Entretanto em 2015, sua grade ganhou um face-lift e voltou a ter abertura abaixo da proteção assim como em sua terceira geração.

A última geração que foi apresentada em 2017  chegou ao mercado com o motor 1.5 Turbo de 190 cavalos de potência, igual ao do Civic.

Assim como em seu interior com acabamento mais espaçoso e refinado, um sistema multimídia integrado de 7 polegadas com interação tecnológica com smartphones.

Além dos recursos de segurança que se tornaram um dos maiores atrativos do veículo, como o aviso de colisão frontal.

Agora aguardamos a nova reestilização do Honda CR-V, que deve chegar no próximo ano como a aposta da Honda para a nova geração do crossover.

Fotowiedergabe
Quelle: GusCar

Schreibe einen Kommentar

Deine E-Mail-Adresse wird nicht veröffentlicht.